Equipamentos de informática: como garantir segurança nas oscilações da rede?
15/06/2022

Equipamentos de informática: como garantir segurança nas oscilações da rede?

Seus equipamentos de informática e periféricos estão constantemente em risco de sofrer danos elétricos por conta das oscilações no fornecimento da rede elétrica, circuitos sobrecarregados ou relâmpagos. Neste artigo, a NHS vai trazer algumas medidas de precaução que ajudam a evitar danos em seus equipamentos de informática por conta das oscilações na rede.

Verifique se os circuitos de alimentação estão aterrados corretamente

A fiação de aterramento é responsável por desviar a maioria dos picos de energia. Servidores, PCs e equipamentos de rede caros podem sofrer danos significativos por falta do aterramento adequado.

Os profissionais de tecnologia da informação não são responsáveis ​​pela qualidade da fiação de uma instalação, mas, como são responsáveis ​​pela manutenção dos equipamentos de informática alimentados pelo fornecimento elétrico da instalação.

Utilize nobreak em todos os equipamentos de informática

Evite a implantação de réguas de energia desprotegidas, que não fazem nada para proteger os equipamentos conectados contra oscilações, quedas, curtos-circuitos e relâmpagos. Em vez disso, utilize nobreak em seus equipamentos.

Conecte todos os equipamentos eletrônicos sensíveis ao nobreak. Lembre-se de que os fusores de uma impressora a laser geram fortes picos de consumo elétrico e necessitam de nobreaks com capacidade adequada.

Calcule adequadamente a capacidade do nobreak

Assim como os circuitos elétricos podem ser facilmente sobrecarregados, a capacidade de energia de um nobreak também pode ser excedida. Calcule cuidadosamente as demandas de energia para os sistemas conectados a um dispositivo nobreak para garantir que ele possa alimentar o equipamento conectado.

Não sobrecarregue os circuitos

Muitos computadores de mesa, servidores e dispositivos de rede conectados a um único circuito podem facilmente sobrecarregar o fornecimento elétrico. A divisão de tomadas (usando réguas de energia, por exemplo), não faz nada além de multiplicar as demandas de energia impostas ao circuito ao qual essas tomadas estão conectadas. Colocar demandas excessivas em um circuito pode resultar em falhas de energia intermitentes, grandes variações na eletricidade disponível e até mesmo riscos de incêndio, pois os circuitos sobrecarregados excedem as faixas de operação seguras.

A NHS possui uma linha completa de nobreaks que garantem a segurança de seus equipamentos de informática e periféricos em situações de oscilações na rede de energia elétrica. Navegue por nosso site e conheça nossas soluções.