11/09/2019

Conheça as vantagens de um Data Center físico e online para pequenas e grandes empresas

Redução de custos, monitoramento centralizado e uma central de dados segura são alguns dos benefícios para os negócios.

A segurança da informação é essencial no mundo dos negócios. São transações financeiras, relatórios, cadastros, arquivos e documentos importantes que precisam estar armazenados e mantidos em completa segurança. Com o crescente processo de modernização das empresas, o armazenamento de dados tem se tornado digital e a infraestrutura de Data Centers merece a atenção de gestores e empresários para evitar problemas.

Para quem ainda não está familiarizado com o assunto, o consultor da Indyxa, empresa especializada em soluções e serviços de tecnologia, Christian Felipe de Souza, explica que o Data Center ou centro de processamentos de dados, consiste em um ambiente físico ou virtual. Esse, aloca todos os servidores, equipamentos, link de internet e armazena os dados e informações de uma determinada empresa, centralizados em um mesmo local.

O especialista explica que existem dois tipos de Data Centers: On Premises e Cloud. O primeiro é instalado no ambiente local do negócio, onde terá controle total da infraestrutura, bem como a responsabilidade da segurança da informação e física, armazenamento de dados, energia e outros recursos que devem ter atenção para um bom funcionamento e manter a disponibilidade do ambiente, explica.

Por outro lado, ambientes Cloud são Data Centers hospedados por empresas ou terceiros que oferecem eficiência de custo, facilidade de dimensionamento e escalabilidade em larga escala além da alta disponibilidade, sem a necessidade de se preocupar com a capacidade dos recursos físicos. “Toda a infraestrutura é entregue como um serviço, ou seja, seria um provedor de serviços de data center, com tecnologia terceirizada, configuração e monitoramento dos recursos totalmente online”, comenta.

Mas, independentemente de ser na nuvem ou em uma infraestrutura física, ambos são importantes para o negócio. Entretanto, cada um possui suas particularidades, adequando-se a várias áreas de atuação das empresas.

Descubra os benefícios de utilizar um Data Center

Atualmente, a centralização das informações já faz parte do dia a dia de muitas empresas. Os benefícios gerados pela atualização e investimento em infraestrutura de qualidade, representam grandes vantagens competitivas no mercado. Souza explica que, além da facilidade na gestão e centralização das informações em um mesmo local, garantindo mais segurança, o Data Center, seja físico ou virtual, proporciona vantagens para as empresas que aderem à solução. “Ambos possuem o objetivo de processar todas as informações da empresa, de maneira que, a organização não tenha queda e interrupções em suas atividades e serviços”, completa.

O consultor lembra que não basta apenas implementar a solução na empresa. É preciso planejar e realizar o investimento de forma assertiva, gerando benefícios para o negócio. “Os investimentos para Cloud, por exemplo, envolvem um ou dois profissionais especializados para gerenciar o ambiente, custo de operação da Cloud e link de dados corporativos, onde normalmente os sistemas e dados armazenados são acessados por meio do navegador da web, com, pelo menos, uma redundância de link, ou seja, garante a estabilidade dos sistemas de TI, e em caso de paradas inesperadas, não afeta a rotina da empresa”, comenta.

Por outro lado, os investimentos para Data Center On Premises envolvem vários profissionais especializados para cada tipo de recurso, servidores, storages, armazenamento de dados em rede, redes, segurança da informação e física, bem como energia elétrica, nobreaks e geradores, link de dados, contratos e parcerias com prestadores de serviço e fornecedores de equipamentos.

Vantagens e desvantagens do Data Center Cloud:

Redução de custos e alto rendimento: migrar o negócio da organização para Cloud pode, sim, reduzir o custo de infraestrutura devido à redução no número de pessoas especializadas necessárias em cada recurso para manter o ambiente. Além disso, a Cloud possui ainda maior rendimento e performance avançada para o seu negócio. Sempre atualizada e com manutenção preventiva nos recursos, disponibilizando novas tecnologias e serviços para atender as necessidades dos clientes.

Facilidade: permite escalar recursos de uma forma rápida, sem preocupação com a infraestrutura. Porém, para usar serviços da Cloud, é necessária uma conexão estável com a internet, causando assim, uma dependência.

Segurança de dados: toda a camada de comunicação de rede e armazenamento, segue um protocolo de criptografia e segurança. Além disso, o acesso e processamento de dados não depende exclusivamente de um único servidor. Assim, devido à camada de serviços ser distribuída e virtualizada, o serviço é tolerante a falhas e não fica comprometido.

Terceirização de serviços: todo insumo para infraestrutura é entregue como serviço, desde servidores, redes e link de dados. Também são entregues outros serviços complementares que auxiliam na operação, automação e aumento de produtividade. Ou seja, a empresa precisa apenas fazer uso sem ter que configurar ou instalar. Por outro lado, todo serviço usado na Cloud tem um custo.

Capacidade de armazenamento: tanto o processamento quanto o armazenamento de dados são ilimitados. Assim, o limite é decidido pelo cliente, em quanto ele dispõe de recurso financeiro para manter os serviços.

Compatibilidade e Disponibilidade: não há motivos para se preocupar com compatibilidade de software, hardware ou segurança. O provedor da Cloud entrega soluções de autocompatibilidade em várias camadas. Além disso, as chances de sofrer uma indisponibilidade dos serviços e recursos é consideravelmente baixa. Isso, devido à replicação dos dados em pelo menos duas zonas de disponibilidade que os Data Centers dispõem.

On Premises

A versão On Premises é composta por Data Centers locais no ambiente do cliente. O consultor da Indyxa também listou algumas vantagens e desvantagens da estrutura. Confira:

Controle total da infraestrutura: o cliente poderá executar qualquer ação necessária internamente. Desta forma, facilita o acesso às pessoas não autorizadas aos servidores, sistemas ou dados.

Centralização das informações e operação: controle sobre onde e como está a operação dos dados do negócio.

Com a versão On Premises, a empresa não necessariamente dependerá da conexão com a internet. Mas, impacta em tempo e custo com manutenção, atualizações dos recursos físicos e virtuais, necessitando de profissionais para a realização.

Infraestrutura física não compartilhada: infraestrutura não é compartilhada com outros clientes, aumentando o poder de controle sobre as características do ambiente e total uso dos recursos.

Segundo informações de Segs

Já conhece a NHS? Com 30 anos de atuação, a NHS é líder de mercado na Região Sul do Brasil. A empresa está entre os três fabricantes preferidos pelo mercado industrial nas categorias de nobreaks, atingindo altos índices de satisfação de clientes. Clique aqui e saiba mais!